Corinthians × na web de torcedores da Corinthians.
Corinthians
A rede social de torcedores do
Corinthians

Mais estudioso que boleiro: Carille cita as referências como técnico do Timão

DeMartin Por DeMartin

em 31-01-2017 às 14:19

Fábio Carille durante treino do Corinthians
Fábio Carille durante treino do Corinthians

Uma das discussões de 2016 no futebol brasileiro foi sobre a diferença entre treinador estudioso e boleiro, motivada pelo título do Grêmio na Copa do Brasil, sob a batuta de Renato Gaúcho. Na ocasião, o treinador da equipe de Porto Alegre diz que só faz curso na Europa quem precisa aprender futebol, o que, afirma, não é o caso dele.

Ex-auxiliar do Corinthians e hoje técnico efetivo, Fábio Carille se coloca no primeiro grupo. No fim do ano, inclusive, ele participou de um curso de treinadores “Licença Pró” na Granja Comary.

– Sou mais estudioso. Gosto de ir atrás, de estar aprendendo, de ligar para amigos que jogam fora do país. Acho que é uma busca constante, sou fascinado pelo que faço, tenho mais esse lado estudioso, apesar de ter tido a prática como jogador, o lado da teoria é muito importante.

Auxiliar fixo do Corinthians nos últimos oito anos, tendo trabalhado nos vitoriosos períodos com Tite e Mano Menezes, Carille foi jogador profissional por 14 anos, metade deles como lateral-esquerdo e o restante como zagueiro. 

+ Carille confirma que Rodriguinho não disputará amistoso desta quarta

Revelado na base do Sertãozinho, passou por XV de Jaú, Juventus, Paraná Clube, Coritiba e, inclusive, Corinthians, onde esteve por alguns meses em 1995. No período como atleta, teve professores que marcaram e que influenciam em sua personalidade aos 43 anos.

– Meu primeiro treinador profissional foi José Poy, no XV de Jaú, foram dois anos de aprendizado, um cara de muita cobrança, que nos deixava concentrados, ligados. Exigia muito, não deixava acomodar. Depois peguei Sebastião Lazaroni no Paraná, na época aprendi muito com ele. Na sequência tive Antônio Lopes, esse sim me posicionou e me ensinou a jogar como um lateral, fechando, marcando e saindo para o jogo. Foram minhas referências do início – listou.

+ Jadson muda foto de perfil e agita torcida do Corinthians; veja imagem

Pelo Timão, esteve entre agosto e dezembro de 1995, mas não conseguiu entrar em campo.

– Eu me destaquei no XV de Jaú em 1995, conseguindo acesso para a Série A-1 do Paulistão de 1996, e o Corinthians fez uma seleção do interior. Cheguei com Leônidas, da Paraguaçuense, e com Luciano, um lateral do Taubaté, porque eram muitas competições e o grupo era grande. Vim em agosto e fiquei até dezembro. Eduardo Amorim (técnico em 95) queria o reempréstimo, mas fui vendido para um empresário de Curitiba e fui jogar no Paraná Clube – disse.

Antes da aposentadoria pelo Barueri, em 2007, Carille teve duas experiências internacionais, uma no Servette, da Suíça, em 96, e outra no Guangzhou, da China, em 2002, onde não jogou.

– Depois de um Brasileirão que joguei pelo Paraná em 2002, fui para a China, mas era o ano da pneumonia asiática. O país parou, o campeonato não começava, a gente recebia, mas não tinha contrato assinado. Fiquei quatro meses lá, voltei ao Brasil porque estava sem minha família e quando cheguei, depois de 15 dias ligaram para voltar. Mas resolvi ficar no Brasil – lembrou.

Fiel ao grupo de trabalho, Carille tem fugido de polêmicas e se apegado ao trabalho no dia a dia do Corinthians durante a pré-temporada. 

Fonte: Globo Esporte
Sua comunidade,
no seu celular
1 VOTOS

Obrigado/a por colaborar conosco. Comprovaremos a notícia denunciada e atuaremos em conseqüência.

Novos comentários

1 Comentários
magnum45

magnum45 Boleiro ou estudioso nada adianta, se o treinador não tiver OLHÔMETRO, =
Capacidade de com olho clínico saber onde(posição) o jogador gosta de jogar e onde ele rende mais. E não ter medo de escalar os melhores para o jogo, ex: O Cassio não tem bio tipo para ser goleiro, quem não vê, alem disso é lento, desisti facil de ir na bola e rebate sempre para frente da área.

o 25-03-2017 as 22:32

Deseja participar desta seção?

- Se você já está registrado, entre.

Se ainda não está registrado em timaodecoracao.com.br: